Projeto “Aprendendo com os Animais” é tema em sala de aula

Para a dinâmica sustentável, os alunos do CMEI Algodão Doce montaram um terrário
08/08/2018

Rio Negrinho

 

No Centro Municipal de Educação (CMEI) Algodão Doce, a professora Fernanda Rodrigues Xavier encontrou uma forma divertida de iniciar a manhã desta quarta-feira. Foi através da montagem de um terrário que ela promoveu aos alunos do nível 2 o contato com diferentes espécies e matérias.

 

A atividade faz parte do Projeto “Aprendendo com os Animais” que visa conscientizar as crianças sobre a importância em se preservar a biodiversidade.

 

Aproveitando a curiosidade dos alunos, a professora explicou sobre a importância em se respeitar e preservar a natureza desde o meio rural ao urbano. Além dos resultados positivos para as gerações futuras, o projeto ainda pode auxiliar na construção pessoal da criança. “Nas escolas aprendemos sobre os animais e plantas através de músicas, maquetes e pinturas”, conta Fernanda. “Mas foi pesquisando sobre os terrários que vi que era possível fazer algo assim e que as crianças ainda poderiam fazê-lo em casa”.

 

 

O contato com a natureza já era algo comum para as crianças, a profissional ainda ressalta que os alunos falavam sobre os animais domésticos e que brincavam com as plantas no intervalo das aulas. “As crianças nessa idade escolar possuem um pleno desenvolvimento de suas capacidades de simbolização, foi aí que fui inserindo e explicando sobre a função de cada uma das espécies na natureza”, lembra. Outro ponto levantado na dinâmica foi o respeito, proteção e valorização com todos os animais, uma vez que a criança pode absorver as práticas negativas que possa vivenciar no cotidiano.

 

 

Para a montagem, a professora organizou os alunos em roda e foi mostrando os componentes que iriam nele. Os terrários são modelos de ecossistemas terrestres em pequena escala por meio dos quais, procura-se reproduzir as condições do meio ambiente. “Separei um recipiente de vidro e fui chamando aluno por aluno para me auxiliar. Suculentas, pedrinhas e terra vegetal foram utilizados. Por fim colocamos uma minhoca para representar os animais, foi aí que os alunos se empolgaram para fazer com os pais”, complementa.