Estacionamento Rotativo gera muita discussão

Opiniões sobre o assunto divide motoristas e comerciantes
13/06/2018

Rio Negrinho

 

 

Não é de hoje que quem busca um lugar para estacionar na cidade, principalmente na rua principal, Jorge Zipperer, precisar dar várias voltas, até que encontre o local mais próximo até a sua loja de preferência ou outro estabelecimento que procure.

 

 

Nos dias de chuva, horários de pico, e principalmente do Sábado da Família, onde as lojas ficam abertas até às 16 horas, o movimento intenso e a falta de vagas dificultam ainda mais a procura por um lugar adequado para parar.

 

 

Reclamações e sugestões surgem a todo momento. Uma delas é que seja implantado o estacionamento rotativo na cidade, para que as pessoas possam estacionar com mais comodidade e rapidez.

 

 

A Prefeitura, também já se posicionou sobre o tema há algum tempo atrás, porém nada ainda foi definido. A última vez que foi discutida a questão foi na Audiência Pública que aconteceu no mês de maio, onde foi tratado sobre o Plano de Mobilidade Urbana e Regional de Rio Negrinho.

 

 

A secretária de Planejamento e Meio Ambiente, Marlete Chagas Schroeder, falou sobre a comissão que foi criada no município para estudar o caso. “Uma comissão para elaborar um estudo da instalação da Zona Azul no município [está em curso]. Agora será lançado edital para cadastramento da PMI [Procedimento de Manifestação de Interesse], que é um procedimento administrativo consultivo por meio do qual a Administração Pública concede a oportunidade para que particulares, por conta e risco, elaborem modelagens com vistas à estruturação da delegação de utilidades públicas”, disse Marlete.

 

 

 

Os comerciantes também opinaram sobre esta situação, já que o acesso às lojas e outros comércios fica prejudicado quando motoristas não encontram uma vaga.

 

 

Confira a matéria completa na edição desta quarta-feira (13)