Irma Cubas: 104 anos de uma vida bem vivida

Amigos e familiares se reúnem para comemorar a data
10/01/2019

Rio Negrinho

Dona Irma Teixeira Cubas mora na rua Adolfo Olsen, no bairro Cruzeiro. É uma senhorinha com semblante carinhoso e amigável, querida por adultos e por muitas crianças, que fazem questão de cumprimenta-la quando ao passar na rua, a veem sentada na varanda. O rosto da dona Irma momento algum revela sua idade. Quem conversa com ela, logo percebe a voz e a consciência lúcida, que carrega as lembranças mais remotas. Sim, quem conhece dona Irma dificilmente vai imaginar ela completa 104 anos. E mais surpreendente, ainda, é ver como ela, que já enfrentou dezenas de dificuldades, está nervosa e ansiosa às vésperas de completar seu centésimo quarto aniversário. Mãe de quatro filhos, Donato, Hilário, Orlando e Uriel (já falecidos), tem uma trajetória comovente.

LONGEVIDADE

Sua longevidade tem motivos: Sempre gostou muito de oferecer. Jamais alguém saiu de sua casa com as mãos vazias. Conversa muito. Ouve as pessoas, aconselha e sempre tem palavras boas a dizer. Sempre gostou muito de oferecer. Jamais alguém saiu de sua casa com as mãos vazias. Conversa muito. Ouve as pessoas, aconselha e sempre tem palavras boas a dizer. Faz o bem e não olha a quem. Sua alimentação é moderada e variada. Manuseia a terra e ama tudo o que dela brota. Encanta-se com o sol, com a lua, com as flores, com as abóboras. Enfrentou e enfrenta as dificuldades com sabedoria. Vida humilde, povoada de riquezas. Vê beleza em tudo o que a vida lhe oferece.

Autor(a): Pricila Pires da Maia