Doses de HPV estão disponíveis nas unidades de saúde

Procura pela vacina ainda é pequena por parte dos jovens
09/04/2018

Rio Negrinho

 

Continuam à disposição as doses da vacina contra o HPV em todas as unidades de saúde. Com a disponibilidade da imunização, a Vigilância Epidemiológica vai realizar um levantamento nas escolas da cidade e do interior. A vacina será aplicada na escola, como forma de atingir a meta, e também para facilitar a vida dos pais. De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Liege Kruger, este método já foi usado no ano de 2017. “Faremos um levantamento nas escolas da Rede Municipal, Estadual e particulares. Com este resultado em mãos poderemos vacinar os meninos e as meninas que ainda não foram imunizadas”, explicou a coordenadora.

 

 

Devem tomar a dose meninos e meninas de 9 à 14 anos. A Secretaria de Saúde do Estado disponibilizou inúmeras doses, para todos os municípios. Antes a vacina era apenas oferecida para as meninas, e como modo de prevenção os meninos também serão imunizados. É importante lembrar que a vacina é gratuita, e a prevenção da doença é importante para todos. “A vacina é a principal forma de prevenção contra o HPV (Human Papillomavirus). Todos os jovens entre 9 e 14 anos devem ser vacinados, por orientação do Ministério da Saúde. No total, duas doses devem ser aplicadas. A Rede Pública de saúde oferece gratuitamente as vacinas durante todo o ano”, salientou Liege. Os jovens não necessitam de autorização ou acompanhamento dos pais nos postos de saúde para receberem a vacina, basta que apresentem um documento de identificação ou a carteira de vacinação.

 

 

O que é HPV?

O Papilomavirus Humano (Human Papillomavirus), conhecido também como HPV, é um vírus comum de fácil disseminação e que se instala na pele e mucosas de homens e mulheres. Existem mais de 200 tipos de HPV, sendo 13 oncogênicos. Quatro tipos são mais frequentes e causam a grande maioria das doenças relacionadas à infecção, que podem causar desde verrugas até cânceres. Os HPV tipos 16 e 18 são responsáveis por 70% dos casos de câncer do colo útero; os tipos 6 e 11 por 90% das verrugas anogenitais. A vacina distribuída pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é do tipo quadrivalente, que protege contra quatro tipos de HPV (6, 11, 16 e 18), ou seja, abrange os dois principais tipos responsáveis por câncer de colo de útero e daqueles responsáveis pelas verrugas genitais.

 

Como o HPV é transmitido?

A transmissão do HPV ocorre por meio do contato direto com a pele ou mucosa infectada. Na maioria das vezes, a transmissão se dá através da relação sexual desprotegida. No entanto, pode ocorrer, também, através do contato com mãos, objetos, toalhas e roupas contaminadas com secreção apresentando vírus vivo. Raramente, também pode ser transmitido de mãe para filho, durante o parto. Não há tratamento específico para eliminar o vírus.